Publicidade
Início Newsletter Sat TV oferece pacote gratuito com 90 canais aos ISPs parceiros

Sat TV oferece pacote gratuito com 90 canais aos ISPs parceiros

Foto: Pixabay

A Sat TV, empresa familiar de médio porte com duas operadoras próprias de TV e Internet, em Peruíbe, no litoral paulista, e em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, aposta em uma oferta gratuita de canais para ampliar seu negócio de serviços para provedores de Internet, os ISPs.

A empresa passou a oferecer 90 canais sem custo adicional aos ISPs parceiros, que, pelo modelo praticado pela Sat TV, pagam uma mensalidade pelo suporte técnico e comercial. Além dos canais obrigatórios, a oferta conta com 30 canais de áudio e alguns canais, sobretudo abertos, que representam menor custo para a Sat TV.

De acordo com Alberto Knob, diretor de mercado da Sat TV, a ideia é permitir que os ISPs parceiros recebam um ferramental para fidelizar as suas bases, ao mesmo tempo em que atuam no combate à pirataria, oferecendo um conteúdo legal sem custo. 

Notícias relacionadas

Converter o assinante de serviço pirata para um negócio legal é de interesse do ISP, diz Knob, sobretudo quando o conteúdo está dentro da rede dele, que é o caso dos ISPs parceiros, que instalam um servidor exclusivo para a Sat TV em suas redes. De acordo com ele, os provedores são constantemente cobrados pela má qualidade de serviços de vídeo muitas vezes pirata sobre os quais não têm qualquer controle. Com a parceria, podem responder aos chamados oferecendo um conteúdo legal com padrões de qualidade e confiabilidade.

“Também é um entrada na casa do assinante com o serviço de TV. Depois do pacote gratuito, o provedor pode oferecer outros pacotes pagos e mais completos”, afirma o executivo. Os ISPs parceiros da empresa também contam com uma biblioteca de canais pagos que a Sat TV revende para eles, ampliando a oferta ao assinantes com mais dois pacotes de vídeo, com até 130 canais, incluindo os 90 do básico gratuito.

Com algumas programadoras de maior porte, o contrato não permite o modelo de revenda. Por isso, o serviço dos pacotes de vídeo mais completos é prestado pela Sat TV, tendo o ISP como um intermediador. “O provedor recebe uma comissão durante toda a duração do contrato”, explica Knob. A Sat TV fica responsável pelo billing, o acesso condicional e o fornecimento dos equipamentos. Com estes pacotes, o line-up chega a até 230 canais, incluindo os canais à la carte.

Para os pacotes gratuitos e aqueles com a oferta de canais pagos diretamente pelo ISP, a recepção de se dá por aplicativos em dispositivos móveis e alguns modelos de smart TVs. Já o serviço prestado diretamente pela Sat TV, até por imposição contratual com algumas das programadoras de maior porte, depende da instalação de set-top boxes. A empresa usa caixas Android, sempre homologadas pela Anatel.

Hoje a Sat TV conta com 70 ISPs parceiros, com meta de chegar a 150 até o fim do ano e 300 em dois anos. “Queremos provedores de qualquer porte. É esse modelo que vai capilarizar a rede de assinantes da Sat TV”, diz o diretor de mercado. A base potencial com os parceiros atuais é de 682 mil assinantes. “Não são todos que assinam TV, mas acreditamos que, com esse novo modelo, vamos chegar a boa parte deles”, finaliza.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário Cancelar resposta

Sair da versão mobile