Serviços de comunicação foram os únicos que cresceram em janeiro

Na contramão dos outros segmentos da economia, o setor de serviços de comunicação apresentou crescimento de 5,5% em janeiro de 2017, em relação ao mês anterior, de acordo com Pesquisa Mensal de Serviço do IBGE divulgada nesta quinta-feira, 30. O destaque ficou com os serviços de TICs, que cresceram 7%, seguidos dos de telecomunicações, que avançaram 6%. Já os serviços de TI subiram 4,2% o os de audiovisual, edição e agência de notícias tiveram resultado positivo em 0,3%, indicadores já com ajuste sazonal.

A pesquisa mostra também que, em relação a janeiro de 2016, os serviços de comunicação cresceram 4,7%; sendo que TICs avançaram 7,3%; telecomunicações, 6,4%; de TI, 6,9% e audiovisual e agência de notícias, apenas 1,3%. Em dezembro de 2016, os serviços de comunicação apresentaram recuo de 3,8% e o de telecomunicações caiu 0,7%.

Já o setor de serviços como um todo apresentou recuo de 2,2% no volume de serviços prestados em janeiro, frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais, após ter registrado crescimento de 0,7% em dezembro e ficado estagnado em novembro. Na série sem ajuste sazonal, no confronto com igual mês do ano anterior, o setor apontou queda de 7,3%. Com esses resultados, a taxa acumulada no ano ficou com recuos de 7,3% e, em 12 meses, de 5,2%.

Fora a alta do segmento de serviços de informação e comunicação, todos os demais segmentos registraram quedas, na seguinte ordem: serviços profissionais, administrativos e complementares (de 14,5%), serviços prestados às famílias (3,6%), outros serviços (3,0%) e transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (0,7%). O agregado especial das atividades turísticas apresentou recuo de 11,0%, na comparação com o mês imediatamente anterior.

A receita nominal em janeiro registrou diminuição de 1% em relação a dezembro, na série livre de influências sazonais, e a variação sem ajuste sazonal caiu 2,0%, na comparação com o mesmo mês do ano anterior. A taxa acumulada no ano, sem ajuste sazonal, apresentou reduções de 2% e, em 12 meses, 0,2%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.