Anatel quer evitar descontinuidade do serviço prestado pela Oi

A Anatel vai seguir acompanhando a execução do pano de recuperação judicial da Oi para ter garantia de que haverá continuidade do serviço. A informação é do superintendente executivo da agência, Carlos Baigorri, que nesta terça-feira, 31, em declaração durante a reunião do Conselho Consultivo da agência. Ele afirmou, ainda, que a medida é necessária, uma vez que "há o risco de o plano não ser cumprido, caso algum dos credores decida pedir falência da operadora".

O superintendente reforçou que Anatel não pretende acionar a Justiça contra o plano, mesmo tendo votado contra na assembléia que aprovou o plano de recuperação da companhia. "Cabe à Advocacia Geral da União acionar o Judiciário", reforçou. Ele afirmou, entretanto que a agência deverá, também, anuir previamente as alterações de controle da empresa, para evitar que novos controladores tenham participações em outras operadoras.

Ele lembrou que a obrigação regulamentar da operadora é manter o serviço de telefonia fixa, e consequentemente banda larga, que é prestado utilizando a infraestrutura da rede fixa. No que se refere ao Serviço Móvel Pessoal (SMP), Baigorri destacou que a preocupação é menor, já que operadora detém 18% do mercado em que atua. "Neste caso, o mercado absorve os clientes, no caso de uma falência", avalia.

2 COMENTÁRIOS

  1. A oi precisa é investir,aqui na minha cidade a 20 anos ele vende 600k de velocidade de velox,em mais de 20 anos ela ainda oferece a mesma velocidade,em poucos clientes sortudos ela conseguiu migrar par 1 mega, isso é uma vergonha,já movél funciona só em 2GM Porque o 3G foi instalado a 3 anos e nunca funcionou aqui, 100% inoperante,quem tiver duvidas é so vir aqui no meu municipio de CAMPESTRE DO MARANHAO,localizado a 73 km ada segunda maior cidade do estado do maranhao, imperatriz.A oi aqui no interior do Maranhao já faliu a muito tempo.isso é uma vergonha nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.