Assembleia de Deus ganha autorização de operadora virtual

A Anatel publicou no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 30, a autorização para que a Alô Serviços atue como operadora virtual de telefonia móvel (MVNO, na sigla em inglês), usando a rede da Vivo. A operadora tem licença de credenciada, ou seja, será revendedora de chip, mas poderá agregar algum valor com prestação de serviços que não sejam de telecomunicações, segundo afirmou o superintendente de Competição da agência, Carlos Baigorri.

A nova operadora virtual nasce com muito potencial de sucesso. Isto porque a Alô Serviços é ligada à igreja evangélica Assembleia de Deus, que conta com mais de 18 milhões de fiéis. O modelo de negócio foi assinado por Ricardo Knoepfelmacher, que foi presidente da Brasil Telecom.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.