Câmara de Londrina analisa pedido de unificação de operações móveis e fixas da Sercomtel

O presidente da Sercomtel, Roberto Coutinho Mendes, se reúne nesta terça-feira, 29, com vereadores e demais autoridades locais no plenário da Câmara Municipal de Londrina, no Paraná. Na pauta, o pedido de autorização para unificação das operações de telefonia fixa e móvel da operadora, que é uma empresa pública.
Segundo Coutinho, o serviço de telefonia móvel está ‘no vermelho’ já há alguns anos e o caixa da empresa está negativo em cerca de R$ 17 milhões. A consolidação legal das operações, de acordo com ele, agregaria força econômica aos dois setores, além de contribuir com a estratégia de marketing e vendas da operadora.

Notícias relacionadas
Em 1998, quando a Sercomtel móvel foi estabelecida, a lei não permitia a unificação entre a empresa de telefonia fixa e a de telefonia móvel, o que atualmente é autorizado. A ideia também é que, com a integração das operações, a Sercomtel ganhe força para oferecer telefonia móvel a outras cidades do Paraná, assim como já acontece com o serviço fixo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.