UE aprova adoção do DVB-H como padrão de TV móvel

Os 27 Estados-membros da União Européia (UE) aprovaram por maioria nesta quinta, 29, em Bruxelas, o desenvolvimento do padrão europeu de TV móvel, baseado no sistema Digital Video Broadcasting ? Handheld (DVB-H), e que fora proposto à Comissão Européia no último mês de julho. O padrão europeu terá como base três pilares: uma abordagem conjunta para a autorização de licenças de TV móvel com o objetivo de acelerar a implementação de serviços e fomentar modelos de negócio inovadores; disponibilizar espectro de freqüências para esses serviços, provavelmente nas faixas de UHF; e promover o DVB-H como padrão.
A idéia é evitar a fragmentação do mercado europeu e assim criar economia de escala para a TV móvel no continente. "Assistir à TV no celular deve se tornar tão fácil, atraente e barato para os europeus quanto fazer uma ligação no telefone", declarou a Delegada para Mídia e Sociedade da Informação da UE, Viviane Reding. Segundo ela, a minoria dos países que ainda está relutante em apoiar a adoção do DVB-H, em parte por razões internas, deve aderir à maioria rapidamente.
A meta da Comissão Européia é que o padrão esteja em plena operação já no Campeonato Europeu de Futebol, que acontecerá na Áustria e na Suíça em junho de 2008.

Notícias relacionadas

Tamanho do mercado

Estima-se que o mercado mundial de TV móvel deve movimentar 20 bilhões de euros até 2011, totalizando cerca de 500 milhões de usuários. Atualmente, Japão e Coréia do Sul sozinhos já reúnem 20 milhões de usuários de TV móvel, o equivalente a 30 vezes o número de consumidores da Europa.
A intenção da Comissão é trabalhar também em conjunto com os fabricantes de equipamentos em questões como interoperabilidade dos serviços e gerenciamento de direitos autorais.
Os próximos passos incluem a preparação de diretrizes para procedimentos de autorização e a inclusão do DVB-H na lista dos padrões que devem ser adotados pelos 27 países-membros da UE já no início de 2008.
O DVB-H já foi lançado comercialmente na Itália e na Finlândia, e há testes em andamento na Áustria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Alemanha, França, Hungria, Irlanda, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Holanda, Polônia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Reino Unido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.