Publicidade
Início Newsletter TCU confirma legalidade de leilão de capacidade do SGDC

TCU confirma legalidade de leilão de capacidade do SGDC

Foto: Divulgação

O Plenário do Tribunal de Contas da União confirmou a legalidade do chamamento para o leilão de capacidade do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC). A Telebras foi notificada ainda na quinta-feira, 28, a respeito do Acórdão 2033/2017. A empresa diz que a decisão contou com voto favorável do Ministro Bejamim Zymler, relator do processo TC nº 016.197/2017-8.

A denúncia contra o edital questionava o procedimento criado pela Telebras. No voto, o ministro relator Zymler entendeu que não procediam as alegações de suposta privatização do SGDC e desvio de finalidade na atuação da empresa. Segundo o ministro, “por meio do chamamento público em tela, a Telebras continuará exercendo suas atividades de provimento de infraestrutura e de prestação de serviços de telecomunicações, sem alienar o domínio de bens para terceiros nem transferir para particulares atividades que deva realizar diretamente”.

Notícias relacionadas

O chamamento já havia sido autorizado em agosto pela 13ª Vara do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que indeferiu o pedido de liminar feito por parlamentares da oposição em abril, que acusavam que o edital era para a privatização do SGDC. Também na ocasião, o juiz substituto do TRF considerou que a cessão de capacidade “não encerra qualquer ilegalidade” e nem “contraria ou de qualquer modo compromete o alcance das finalidade do Plano Nacional de Banda Larga”.

Em comunicado, o presidente interino da Telebras, Jarbas Valente, afirmou que a decisão mostra que a empresa agiu de forma transparente e de acordo com a legislação. “Isso fortalece a oferta pública da capacidade em banda Ka do SGDC, e confere maior segurança jurídica a todos os envolvidos no processo”, disse.

A sessão pública para recebimento dos envelopes com as propostas comerciais e documentos acontecerá no dia 17 de outubro, na sede da Telebras, em Brasília. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile