Mudança na destinação de faixas libera espectro para IMT e muda retransmissão de TV

A Anatel está propondo uma consulta pública de 60 dias para rever a regulamentação do Serviço Auxiliar de TV (SARC), Serviço de Repetição de TV e Circuito Fechado de TV, mas que pode ter impacto para o serviço de banda larga móvel, já que as alterações liberam a faixa de de 2,3 GHz para o IMT (International Mobile Telecommunications). A proposta da Anatel, em resumo, visa ampliar o espectro e melhorar a condição de uso da faixa para o Serviço Auxiliar de TV, que hoje sofre com problemas de interferência com redes WiFi. A Anatel quer desocupar a faixa de 2,3 GHz a 2,5 GHz (onde há problema de interferência com WiFi) hoje utilizadas pelas emissoras de TV para links de reportagem, liberar as faixas de 2.025 a 2.110 MHz e 2.200 e 2.300 MHz, que passarão ao SARC e RpTV, destinar ao serviço móvel e à banda larga (SMP, SCM e STFC) a faixa de 2.300 a 2.400 MHz e destinar a faixa de 3.300 a 3.400 MHz para a realização de reportagens externas com enlaces móveis. Está prevista a realização de audiência pública durante a consulta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.