Justiça dos EUA quer mais informações sobre compra da Motorola pelo Google

A divisão antitruste do Departamento de Justiça (DOJ) dos Estados Unidos, que analisa os impactos da compra da Motorola Mobility pelo Google, quer mais informações das duas empresas sobre respeito do negócio. A transação, anunciada em agosto deste ano, envolveu a cifra de  US$ 12,5 bilhões. Em documento enviado à Securities and Exchange Commission (SEC), órgão regulador do mercado de capitais dos EUA, similar à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) do Brasil, a Motorola disse que as duas empresas se prontificaram a colaborar  e enviar as informações solicitadas.

Notícias relacionadas
A compra pelo Google da Motorola Mobility, divisão da Motorola que fabrica celulares e tablets, foi anunciada em meados de agosto. A interpretação predominante no mercado na época do negócio é que o principal objetivo do Google, com a compra, é reforçar seu acervo de patentes. Tanto que, na ocasião, o gigante das buscas informou que iria manter a empresa como um negócio separado e que ela continuaria licenciando o sistema operacional Android, que deve permanecer aberto ao mercado (veja mais informações em "links relacionados" abaixo).

Mesmo com a investigação do DOJ, a previsão das duas empresas é que o negócio seja concluído entre o fim deste ano e o início de 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.