Inscrições para escolha de 12 mil voluntários para medir qualidade estão abertas

Começam nesta quarta, 29, as inscrições dos voluntários interessados em ter a velocidade da sua banda larga medida pela Entidade Aferidora da Qualidade (EAQ), dentro do novo regulamento de gestão da qualidade (RGQ) do SCM. A intenção da Anatel é que a medição se inicie em novembro, sendo que os resultados serão divulgados mensalmente. Os interessados deverão se inscreve pelo site: www.brasilbandalarga.com.br.

Serão disponibilizados 12 mil medidores que serão enviados aos voluntários escolhidos pelos Correios. A instalação dos medidores será feita pelo próprio voluntário com a ajuda de um vídeo de instrução. A Anatel, através do Grupo de Implantação do Processo de Aferição da Qualidade (GIPAQ), irá escolher os inscritos que participarão do teste, de acordo com diversas “dimensões” como quantidade que cada operadora tem em cada código de numeração, acesso com mais ou menos de 2 Mbps, entre outras.

Para exemplificar, o superintendente de Serviços Móveis da Anatel, Bruno Ramos, informou que no Acre serão disponibilizados 126 medidores, em Minas Gerais 1.305, em Goiás 521 e no Distrito Federal 243. Ramos ressaltou a importância de haver uma grande quantidade de voluntários para que a escolha possa contemplar as várias dimensões. “Nossa expectativa em relação aos voluntários é muito grande para que possamos analisar uma amostra significativa para cada região”, afirma ele. A inscrição dos voluntários ficará permanentemente aberta e está previsto uma renovação anual de 25% dos selecionados. A medição será feita automaticamente em períodos em que o usuário não estiver usando o serviço. Os medidores serão instalados nos clientes das empresas com mais de 50 mil usuários, portanto: Oi, Net, Embratel, Telefonica/Vivo, Ajato, GVT, CTBC, Sercomtel e Cabo Telecom.

“O trabalho de medição será importantíssimo. Sabemos que a Internet envolve cada vez mais pessoas. Foi divulgada uma pesquisa dizendo que 83 milhões de pessoas efetivamente acessaram a Internet neste semestre”, disse o ministro Paulo Bernardo.

Bernardo foi questionado sobre a representatividade que um universo de 12 mil usuários teria sobre a base de 20 milhões de acessos fixos, ou seja, 0,06%. Para ele, essa amostragem, se bem escolhida, é válida em termos estatísticos e lembrou que as pesquisas de opinião eleitoral, por exemplo, às vezes têm uma amostragem ainda menor. “É possível construir amostragem sólida desde que isso tenha metodologia, desde que tenha representatividade de todas as regiões em todas as empresas e de todos os serviços”, afirma o ministro.

Nos EUA e no Reino Unido, onde a SamKnows já faz medições deste tipo, o número de usuários cadastrados é de cerca de 100 mil. A medição, entretanto, acontece de fato em um universo de 10 mil usuários nos EUA e 3 mil no Reino Unido.

No primeiro ano da entrada em vigor do novo regulamento (28 de outubro), as empresas têm que atingir uma velocidade mínima de 20% da contratada, índice que sobe a 30% no segundo ano e a 40% no terceiro. A velocidade média deve ser de 60% da contratada no primeiro ano, depois 70% no segundo e 80% no terceiro. As empresas que não atingirem esses índices, assim como os outros indicadores de rede previstos no novo regulamento, poderão ser multadas pela Anatel.

Móvel complicado

O GIPAQ ainda não definiu como será a medição do serviço de banda larga móvel, embora o prazo para que ela entre em vigor seja o mesmo do fixo, 28 de outubro. Bruno Ramos informa que uma das possibilidades é a instalação de “elementos fixos” para medir a capacidade da rede da operadora naquele determinado local. Essa hipótese esbarra na questão da segurança e vandalismo. Outra possibilidade é a disponibilização de um aplicativo para ser baixado pelos smartphones. Nesse caso, o problema é que esse aplicativo não existe, uma vez que a medição do serviço móvel nunca foi feita em nenhum lugar do mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.