Vivo: venda da Oi Móvel para trio de operadoras seria solução 'mais fácil'

Após apresentar uma nova proposta pela Oi Móvel ao lado da Claro e da TIM, a Vivo acredita que a venda dos ativos ao trio de operadoras seria o caminho "mais fácil" do ponto de vista regulatório e da migração de clientes. O tema foi abordado nesta quarta-feira, 29, durante teleconferência sobre o balanço da empresa no segundo trimestre.

"Acreditamos que haveria várias sinergias relacionadas ao gerenciamento de redes, de clientes e de atividades comerciais e canais que juntos, nós três seríamos capazes de capturar", afirmou o CEO da Vivo, Christian Gebara, na ocasião. "E a migração de clientes para nossa rede seria mais fácil, [pois] temos torres e espectro para suportar esse clientes que seriam herdados caso a oferta prospere".

Além disso, Gebara também alegou que juntas, as três concorrentes seriam mais capazes de mitigar questões de cunho regulatório. "Estamos falando de três operadores que estão no mercado há décadas", argumentou. Entre os pontos mencionados pelo executivo está o relacionado com os limites de espectro, que precisaria ser verificado em certas regiões caso os ativos móveis da Oi sejam vendidos ao trio.

Vivo, Claro e TIM contam com a concorrência da empresa de infraestrutura Highline no negócio. Neste caso, a Anatel já sinalizou que a vitória da nova entrante no processo exigiria mudanças regulatórias envolvendo redes neutras para o mercado móvel. Após a Oi conceder à Highline um período de exclusividade para negociações até o dia 3 de agosto, o trio de operadoras aumentou sua proposta inicial, conforme revelado na última segunda-feira, 27.

1 COMENTÁRIO

  1. A Oi já faliu. Está vendendo o almoço para pagar a janta. Empresa mal administrada e saqueada por piratas, como o Lulinha & quadrilha, todos soltos.Agora vende os ativos para pagar dívidas. Vergonha de país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.