TIM propõe reorganização societária com incorporação de subsidiária

Além das demonstrações financeiras do segundo trimestre, a TIM também aprovou nesta quarta-feira, 29, a proposta de incorporação da TIM Participações pela TIM S.A., simplificando a organização societária da companhia. A proposta dos conselhos de administração de cada uma será votada em assembleia geral extraordinária das companhias no próximo dia 31 de agosto. 

O custo total estimado para operacionalizar a reorganização societária é de aproximadamente R$ 12,1 milhões. Para a elaboração dos laudos da avaliação do patrimônio líquido contábil da empresa a preço de mercado, foi contratada a consultoria Apsis. 

Desta forma, caso aprovada, restará apenas a TIM S.A. listada no Novo Mercado da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão. Na Bolsa de Valores de Nova York, onde tem negociadas as american depositary receipts (ADRs), a empresa também será a única listada. A TIM S.A. passou a ser listada na bolsa de valores brasileira em março.

No fato relevante enviado ao mercado, a companhia diz que a incorporação não acarretará impactos para acionistas minoritários, uma vez que a TIM manterá a mesma estrutura de administração de melhores práticas de governança corporativa. 

A operadora afirma ainda que isso trará significativos ganhos de eficiência operacional e financeira, incluindo otimização da carga tributária relativa ao PIS/Cofins, uma vez que é duplamente tributada no fluxo de pagamentos de juros sobre capital próprio. Além disso, cita centralização e otimização das atividades contábil, fiscal, financeira, comercial e de recursos humanos; consolidação de contratos de auditoria externa e de consultoria; redução de despesas de compliance com obrigações; simplificação de atividades administrativas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.