Mercado de TV paga apresenta novo recuo em maio

Com 19,719 milhões de acessos, a TV paga fechou maio com ligeira queda de 0,21% em relação a abril, segundo dados da Anatel divulgados por meio do banco de dados da agência. Foi o segundo mês consecutivo em queda, apesar de ainda se tratar de um aumento de 0,31% em relação ao tamanho da base em janeiro. No acumulado dos últimos 12 meses, o crescimento é de 5%.

Notícias relacionadas
Com 10,199 milhões de acessos, o grupo América Móvil (Claro hdtv e Net Serviços) é líder isolado do mercado brasileiro, com 51,72% de share, apesar de ter demonstrado queda de 0,25% em relação a abril. A operação de DTH do grupo soma 3,248 milhões de acessos (perda de 52 mil clientes no mês), enquanto a operação de TV a cabo totaliza 6,951 milhões de assinantes (crescimento de 26,9 mil clientes).

Em segundo lugar vem a Sky, com 28,9% (5,698 milhões, diminuindo 25 mil clientes no mês); a Oi, com 6,04% (1,191 milhão de acessos, recuo de 15,8 mil assinantes no mês); GVT, com 4,97% (979,4 mil, aumento de 20,5 mil assinantes no mês); Vivo, com 4,10% (807,6 mil, crescimento de 9 mil assinantes); e os demais, que juntos contam com 4,28% (843,2 mil). Considerando-se a fusão da GVT com a Vivo (que em maio ainda não havia sido finalizada), a companhia resultante teria 9,06% do mercado, com 1,787 milhão de conexões.

A tecnologia dominante continua sendo a da TV por satélite (DTH), com 11,897 milhões de acessos. Por sua vez, a TV a cabo contou com o segundo maior grupo: 7,685 mil conexões. A TV por fibra até a residência (FTTH) ainda registrou 121,9 mil acessos, todos da Telefônica em São Paulo. O MMDS tinha 11,1 mil acessos, e o serviço de TVA contava com 3.253 acessos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.