OpenRAN: GSMA e O-Ran Alliance vão colaborar em redes 5G com padrão aberto

Associação global da indústria móvel, a GSMA anunciou nesta sexta-feira, 29, que está juntando forças com a O-Ran Alliance para acelerar a adoção de redes abertas de acesso em rádio (OpenRAN) no ambiente 5G.

Em comunicado, a entidade afirmou que atuará ao lado da aliança para "harmonizar o ecossistema de rede aberta e chegar a um acordo sobre um roteiro da indústria para soluções do gênero, tornando as redes de acesso o mais abertas e flexíveis possível para novos participantes no mercado".

A dupla avalia que a adoção do 5G facilitará tal movimento ao apostar em redes ainda "mais ágeis e adaptadas a diferentes necessidades" de clientes. A GSMA ainda voltou a afirmar que mais de US$ 1 trilhão devem ser investidos por operadoras ao redor do mundo nos próximos cinco anos, sendo 80% em redes de quinta geração.

Dessa forma, as operadoras de telefonia móvel estariam reavaliando a maneira como as redes serão construídas. "Novas arquiteturas virtualizadas com interfaces abertas podem aumentar a eficiência de custos e permitir que as operadoras acelerem a implantação de redes 5G", afirmou o GSMA.

Outro aspecto citado pela entidade foi a capacidade do OpenRAN em "diversificar e revigorar a cadeia de suprimentos, promovendo a concorrência e a inovação". Vale notar que fornecedores consolidados da cadeia de telecom também estão observando de perto o desenvolvimento do padrão.

Além da O-Ran Alliance, uma nova entidade para definição de políticas relacionadas ao padrão (a Open RAN Policy Coalition) foi anunciada neste mês, com o apoio de grandes empresas do ecossistema móvel. Outra iniciativa do gênero é o Telecom Infra Project (TIP), consórcio liderado pelo Facebook onde a GSMA e a O-Ran Alliance já colaboravam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.