Oi aposta em projeto de arquitetura de rede para melhorar gestão da capacidade

Visando aumentar a eficiência de serviços de banda larga fixa e móvel, a Oi anunciou nesta quarta-feira, 29, o projeto de modernização da infraestrutura com uma nova arquitetura de rede. Iniciado no final de 2014 em parceria com a fornecedora Alcatel-Lucent, o plano é utilizar de forma mais eficiente a totalidade de banda disponível em momentos de maior consumo, evitando congestionamento e lentidão na rede. O projeto começou em cidades escolhidas como "prioritárias", mas a companhia prevê 167 municípios até 2016, cobrindo 6 milhões de assinantes de banda larga e mais de 9 mil acessos corporativos.

De acordo com a empresa, a nova arquitetura é do tipo single edge, que permite oferecer serviços de redes de acesso, como móvel, banda larga, IPTV e B2B, a partir de uma mesma plataforma. Dessa forma, o gerenciamento único permite agilidade e reduz custos – a Oi diz que será possível reduzir em quase 50% o número de equipamentos na planta de rede de acesso IP.

A Alcatel-Lucent e a Oi têm outro projeto de ampliação de capacidade de infraestrutura: a implantação de equipamentos optical transport network (OTN) em circuitos de 100 GB em uma extensão de 30 mil km de rede. A ideia é aumentar a capacidade de transmissão de dados do backbone da operadora em até 57 vezes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.