Volume diário mundial de mensagens OTT será o dobro daquele de SMS ao fim deste ano

Ao fim deste ano, o volume diário mundial de mensagens trafegadas em serviços over-the-top (OTT) para smartphones, tais como WhatsApp e Viber, será o dobro daquele de mensagens de texto (SMS). De acordo com projeção feita pela Informa Telecoms & Media, em dezembro de 2013 os serviços OTT estarão trafegando, em média, 41 bilhões de mensagens por dia no mundo, enquanto o serviço de SMS terá 19,5 bilhões de mensagens diárias entre usuários finais (peer-to-peer, ou P2P).

Os serviços de mensagens OTT já haviam superado em volume diário o SMS ao fim do ano passado no mundo: eram 19,1 bilhões contra 17,6 bilhões, segundo a Informa. O curioso é que a quantidade de usuários de serviços de mensagens OTT é muito menor que a de usuários de SMS. Em dezembro de 2012, calcula-se que havia 586,3 milhões e 3,5 bilhões, respectivamente. Isso significa que cada usuário de serviços OTT enviava, em média, 32,6 mensagens por dia em dezembro passado, enquanto o usuário de SMS mandava cinco mensagens por dia. A diferença é de quase seis vezes.

Os serviços de mensagens OTT no celular nasceram em 2007, com o BlackBerry Messenger. Precisaram, portanto, de apenas cinco anos para ultrapassar o SMS, que existe há  cerca de duas décadas. Em relatório sobre o assunto, a Informa destaca o fato de os serviços OTT estarem canibalizando as receitas das operadoras com SMS e cita especialmente os mercados da Espanha, da Holanda e da Coreia do Sul. Na Espanha, o faturamento das teles com SMS caiu de 1,1 bilhão de euros em 2007 para 758,5 milhões de euros em 2011.

Vale lembrar que até mesmo fabricantes de celulares, tradicionais aliados das teles, estão cedendo a essa pressão, vide o recente lançamento do Nokia Asha 210, smartphone com botão dedicado para acesso ao WhatsApp.

Apesar disso, a Informa prevê que o volume e a receita mundiais de SMS seguirão crescendo pelo menos até 2016 por três razões: a adoção de serviços OTT está longe de ser universal; os usuários de OTT seguem enviando SMS para se comunicarem com quem não tem smartphone; e o SMS está ganhando força no uso corporativo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.