Liminares impedem eleição de conselheiros na Telemig Celular Participações

A Globalvest e a TIW conseguiram, com liminares concedidas em cima da hora, impedir a realização de eleições para os conselhos administrativos da Telemig Celular Participações e da Tele Norte Participações, que aconteceriam nesta segunda, dia 29, durante as Assembléias Gerais Ordinárias das duas empresas. Se as eleições fossem realizadas, TIW e Globalvest perderiam assentos nos conselhos, por dois motivos: 1) na sexta passada, dia 26, o Opportunity conseguiu uma liminar na Justiça impedindo que a Globalvest elegesse representantes em novas eleições dos conselhos, alegando que a empresa estaria em conluio com a TIW para alterar o controle nas concessionárias; 2) o Opportunity convocou Assembléia Geral Extraordinária, realizada também nesta segunda, antes das AGOs, na qual os conselheiros da TIW foram destituídos. No meio da AGO da Telemig Celular Participações, a reviravolta jurídica começou. A TIW apresentou liminar que tirava a validade da AGE recém-ocorrida e a Globalvest, que representa acionistas minoritários, conseguiu reverter a liminar do Opportunity. Diante da confusão, não chegou sequer a ser iniciada a eleição para a Tele Norte Celular Participações (Amazônia Celular). Assim, os conselhos administrativos continuam os mesmos. A proporção de assentos atual é a seguinte: TIW tem três conselheiros; Globalvest, três; Opportunity, três; e fundos, dois. É mais um capítulo na conturbada crise entre os sócios, que vêm brigando há mais de um ano na Justiça pelo controle das companhias após o leilão de privatização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.