FCC arrecada quase US$ 45 bilhões no maior leilão de espectro dos EUA

A agência reguladora norte-americana, a Federal Communications Commission (FCC), comemorou nesta quinta-feira, 29, o seu maior leilão de espectro em 20 anos. No certame das faixas AWS-3 (de 1.695 MHz a 1.710 MHz; de 1.755 MHz a 1.780 MHz; e de 2.155 MHz a 2.180 MHz). foram disponibilizados 65 MHz para a banda larga móvel, totalizando US$ 44,9 bilhões no processo.

Notícias relacionadas
Segundo a Comissão, o total arrecadado será distribuído da seguinte forma: mais de US$ 20 bilhões em redução de déficit; US$ 7 bilhões para financiamento de uma rede nacional de banda larga para segurança pública; US$ 300 milhões para pesquisa em comunicações de segurança pública; e US$ 115 milhões para implantações de novos sistemas e infraestrutura para números de emergência, além de financiamento para realocar sistemas federais.

A FCC disse que nas próximas semanas se dedicará a revisar cada formulário dos vencedores, que deverão então pagar pelos lances. A entidade liberará imediatamente a faixa de 2.155-2.180 MHz e coordenará acesso compartilhado nas faixas 1.755-1.780 MHz e 1.695-1.710 MHz enquanto o governo migra seus sistemas que utilizam essas frequências. A agência prometeu para o começo de 2016 um novo leilão "de incentivo".

A associação da indústria móvel CTIA afirmou em comunicado que, além dos quase US$ 45 bilhões que serão arrecadados, as operadoras irão gastar "bilhões mais em Capex". Segundo a entidade, agora é o momento de "identificar, limpar e realocar espectro para poder atender às demandas de dados de 2020, nossas vidas conectadas e as redes 5G de amanhã". A associação cita que, ao liberar até 500 MHz em cinco anos, as companhias criarão 350 mil novos postos de trabalho nos Estados Unidos e mais de US$ 166 bilhões em PIB.

911

Além do leilão, a FCC aprovou regras para forçar as operadoras a compartilhar dados sobre localização dos aparelhos (móveis ou fixos) que ligam para o número de emergência 911 em ambientes fechados. "As novas regras vão aproveitar os novos desenvolvimentos tecnológicos que permitirão informações muito mais precisas para serem transmitidas nas chamadas 911 em ambientes indoor", diz o comunicado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.