Contrato é dificuldade para acordo de banda larga em escolas

O acordo entre as concessionárias de telefonia fixa e o governo para a instalação e manutenção, gratuitamente, e por 18 anos, de acesso banda larga em todas as escolas públicas ainda deve demorar a sair. O problema está sendo na forma de manter, contratualmente, um compromisso tão amplo e por tanto tempo. Do lado do governo, a preocupação é evitar que, no futuro, as teles consigam romper o acerto celebrado agora. Mas o nível de exigências técnicas colocadas pelos técnicos do governo, sobretudo para a fiscalização do serviço, também é apontado como um fator de dificuldade. E, é claro, há quem diga que as teles querem saber qual será o posicionamento do governo em relação a uma eventual fusão entre Oi e Brasil Telecom antes de assinarem definitivamente o acordo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.