Anatel só vê leilão de ondas milimétricas para depois de 2021

A Anatel só prevê a possibilidade de licitar frequências milimétricas (acima de 6 GHz, mas normalmente utilizadas para designar as faixas de 26 GHz ou maiores) depois que elas estejam plenamente regulamentadas pela UIT. Segundo Agostinho Linhares, gerente de espectro da agência, depois da WCR2019 a faixa começa a ser decidida. "Apenas depois de 2020 teremos a regulamentação e talvez um ano depois tenhamos ela pronta para ser licitada, mas depende de uma decisão do conselho da Anatel", disse ele, no 5G Brasil Global Event, realizado esta semana no Rio de Janeiro. Ele reiterou que o planejamento da Anatel é para licitar a faixa de 3,5 GHz em combinação com a faixa de 2,4 GHz.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.