Intel investe no desenvolvimento de novo sistema operacional e abandona MeeGo

A Intel anunciou que irá se juntar às fundações Linux e LiMo para o desenvolvimento do Tizen, novo sistema operacional (OS) de código aberto para dispositivos móveis. A decisão representa o adeus da fabricante de chip ao OS MeeGo, desenvolvido em conjunto com a Nokia. A renúncia da Intel se deve à falta de interesse de fabricantes de smartphones e de PCs pela plataforma. Em nota divulgada nesta quarta-feira, 28, a empresa informa que a equipe do MeeGo irá se juntar às equipes de desenvolvimento do Tizen, que deve ser lançado no primeiro trimestre de 2012 e estará disponível em alguns aparelhos em meados do ano.

Notícias relacionadas
O diretor de tecnologia open source da Intel, Imad Sousou, enfatizou a confiança da empresa no desenvolvimento de plataformas com HTML 5. “Acreditamos que o futuro será de aplicações baseadas em HTML 5, e estamos fortemente convencidos que nossos investimentos devem se voltar a essa tecnologia”, afirmou, reforçando que o novo projeto terá “várias coisas iguais àquelas desenvolvidas dentro do MeeGo” e que as equipes irão auxiliar os usuários na transição para o Tizen.

Por trás do Tizen ainda há mais um importante importante player do mercado de mobilidade – a Samsung, que é uma das líderes da fundação LiMo e estaria buscando plataformas alternativas para seus smartphones e tablets. O novo sistema operacional seria uma forma de se desprende do Android, do Google, que lhe rendeu diversos processos por quebra de patentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.