Serviços de informação recuam 1,3% no segundo trimestre

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro apresentou queda de 1,9%, na comparação do segundo trimestre de 2015 contra o primeiro trimestre do ano. A Agropecuária (-2,7%), a Indústria (-4,3%) e os Serviços (-0,7%) tiveram retração. Serviços de informação – atividade que inclui telecomunicações, atividades de TV, rádio e cinema, edição de jornais, livros e revistas, informática e demais serviços relacionados às tecnologias da informação e comunicação (TICs) recuaram 1,3%, conforme pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 28, pelo IBGE.

Quando comparado a igual período do ano anterior, o PIB apresentou contração de 2,6% no segundo trimestre de 2015. Nessa comparação, os serviços de informação tiveram resultado positivo de 0,5%.

De acordo com o levantamento, o Produto Interno Bruto no segundo trimestre de 2015 totalizou R$ 1,428 trilhão, sendo R$ 1,219 trilhão referentes ao Valor Adicionado a preços básicos e R$ 209,4 bilhões aos Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios. Considerando o Valor Adicionado das atividades no trimestre, a Agropecuária registrou R$ 76,1 bilhões, a Indústria R$ 263,6 bilhões e os Serviços R$ 879,2 bilhões. Entre os componentes da despesa, a Despesa de Consumo das Famílias totalizou R$ 896,1 bilhões, a Despesa de Consumo do Governo R$ 298,3 bilhões e a Formação Bruta de Capital Fixo R$ 254,2 bilhões. A Balança de Bens e Serviços ficou deficitária em R$ 15,1 bilhões e a Variação de Estoque foi negativa em R$ 5,3 bilhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.