Google terá novo cabo submarino entre EUA, Reino Unido e Espanha

O Google anunciou nesta terça-feira, 28, a construção de seu quarto cabo submarino privado de comunicações. Batizada como Grace Hooper e com previsão de entrega em 2022, a infraestrutura deve interligar Nova York (EUA) com as cidades de Bilbao (Espanha) e Bude (Reino Unido).

O cabo será equipado com 16 pares de fibras (32 fibras) e um contrato para a sua construção foi assinado no início deste ano com a fornecedora norte-americana SubCom. Esse é o primeiro cabo submarino instalado entre Reino Unido e EUA desde 2003; na Espanha, a infraestrutura vai se conectar com a região de Madrid do Google Cloud.

"Hoje, 98% do tráfego internacional da Internet é transportado ao redor do mundo por cabos submarinos. É por isso que estamos entusiasmados em anunciar um novo cabo submarino – Grace Hopper – que será executado entre os Estados Unidos, o Reino Unido e a Espanha, proporcionando melhor resiliência à rede que sustenta os produtos corporativos e de consumo do Google", afirmou a empresa, em post no blog da Google Cloud.

O conglomerado já detém três outros cabos submarinos internacionais: o Curie (entre Chile e EUA), o Durant (dos EUA até a França) e Equiano (de Portugal até a África do Sul). No Brasil, o Google ainda tem o sistema Junior, ligando São Paulo e o Rio de Janeiro, além de participações no Tannat (entre São Paulo e Uruguai) e no Monet (entre Fortaleza e EUA).

Homenagem

O nome do novo cabo é uma homenagem à pioneira da ciência da computação Grace Brewster Murray Hopper (1906–1992), mais conhecida por seu trabalho em um dos primeiros ligadores (compiladores) e fundamental no desenvolvimento da linguagem de programação COBOL. Ela também é creditada por ter cunhado o termo "bug" para designar falhas em um código-fonte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.