Em maio, telefonia fixa perde mais de meio milhão de assinantes

O serviço de telefonia fixa perdeu 506,3 mil assinantes em maio e fechou o mês com 35,852 milhões de acessos ativos, revelaram as estatísticas mais recentes do segmento divulgadas pela Anatel. No ano de 2019, a retração da base já totaliza 1,630 milhão de assinantes, enquanto o acumulado de 12 meses até maio mostra 2,981 milhões de desconexões.

Os números apontam para retração na base de 7,6% no período de 12 meses, de 4,3% no acumulado do ano e de 1,4% em maio frente abril. No mês, o grupo que mais perdeu acessos foi a Telefônica/Vivo: foram 395,9 mil contratos a menos, sendo 271,2 mil desconexões na área onde a empresa atua como autorizada. Com 11,893 milhões de acessos do serviço, a Vivo ainda é líder em telefonia fixa apesar de 873 mil contratos perdidos em 2019 (-6,8%).

Em seguida vem a Oi, com 11,253 milhões de assinantes fixos em maio após o cancelamento de 108,4 mil contratos no mês. No ano, a retração da base é de 510 mil acessos, ou 4,3%. Já a Claro perdeu 28,9 mil contratos em maio e 335,4 mil ao longo dos cinco primeiros meses do ano (queda de 3,2%), totalizando 10,094 milhões de acessos ativos. Vale notar que a empresa atua como autorizada no segmento, enquanto Vivo e Oi prestam o serviço tanto nesta modalidade quanto como concessionárias de STFC.

Também autorizada, a TIM foi o destaque positivo do mês ao somar 21,7 mil novos clientes em maio, totalizando 85,9 mil acessos novos ao longo do ano. Assim, a base da empresa alcançou os 967 mil acessos (ou alta de 9,7% no acumulado de 2019). Já a Algar Telecom somou 10,4 mil contratos novos em maio graças à atuação como autorizada, visto que na área de concessão a base recuou levemente. A empresa mineira encerrou maio com 1,187 milhão de clientes em telefonia fixa, ou aumento de 3% nos cinco primeiros meses de 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.