Intelig elogia decisão do Cade

Para José Carlos Cunha, presidente da Intelig, a decisão do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) de não conceder medida preventiva contra das empresas de telefonia fixa Brasil Telecom, Telemar e Telefônica foi acertada. A opinião da Intelig é de que a existência de subsídios cruzados será agora comprovada, e então as medidas necessárias poderão ser adotadas. Cunha afirmou também que a Intelig não vai entrar na Justiça para questionar as licenças concedidas pela Anatel para a CTBC, como fez a Embratel, porque acredita que os problemas podem ser resolvidos no âmbito administrativo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.