Sem preocupações com o mercado internacional

Mendonça de Barros acredita que ao dar um pouco mais de prazo para os investidores conhecerem o negócio, estará valorizando o produto que tem para vender e dando chance de que mais investidores possam participar, aumentando, assim, a concorrência. O ministro disse ainda não estar se importando com a conjuntura internacional: "um dia a bolsa cai e dois dias depois recupera tudo que perdeu".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.