Satélites também são usados para auxílio de equipes em Brumadinho

Também para auxiliar na comunicação das equipes e de voluntários na região de Brumadinho (MG), onde ocorreu o rompimento de uma barreira da mineradora Vale na última sexta-feira, 25, as operadoras satelitais se colocaram à disposição com o fornecimento de conexão e serviços. A Telebras instalou quatro pontos de Internet de alta capacidade utilizando o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações (SGDC) durante o final de semana. Os dois primeiros foram instalados no sábado, 27, no Centro de Operações e Salvamento, nas proximidades da Igreja Nossa Senhora das Dores, a menos de um quilômetro do local do acidente. Outros dois pontos foram instalados no dia seguinte, no posto de comando instalado na faculdade Asa, que vem sendo utilizado pela Defesa Civil. A Claro (por meio da StarOne) também instalou pontos de conexão e as prestadoras que fornecem serviços para a Vale aumentaram a capacidade de comunicação emergencialmente para as equipes da empresa.

De acordo com a Telebras, cada enlace do SGDC dedicado tem capacidade de 20 Mbps cada para downlink para comunicações emergenciais via banda Ka. Todos os pontos contam com Wi-Fi para acesso à Internet e VoIP – os serviços são oferecidos gratuitamente. Assim como as operadoras móveis, a companhia disponibilizou equipe técnica para assistência necessária, evitando interrupções.

Em nota, a Yahsat declarou que desde a sexta-feira, 25, acionou o parceiro local em Brumadinho para disponibilizar antenas em locais estratégicos para ajudar na comunicação de todo o processo de resgate. O serviço de conectividade, através do satélite Al Yah 3, já está sendo utilizado pelas equipes da Vale por meio do parceiro na região, a Telespazio, conforme comunica a operadora. "A empresa continua atenta aos desdobramentos e à disposição para contribuir com outras ações e disponibilização de tecnologia, dentro de seu escopo de atuação", afirmou.

Por sua vez, a Hughes colocou acesso à Internet à disposição da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Também em nota, a operadora satelital afirma que um técnico da empresa já entrou em contato com a equipe de resgate e aguarda endereços para instalação, "caso necessitem".

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.