Em 2017 e-commerce fatura 10,3% mais na black friday

Em 2017, a black friday gerou faturamento de R$2,1 bilhões para o e-commerce com alta de 10,3% ante aos R$1,9 bilhão registrados no mesmo período do ano passado, segundo levantamento da Ebit. O número de pedidos cresceu 14%, de 3,30 milhões para 3,76 milhões, enquanto o tíquete médio caiu 3,1%, de R$580 para R$562, na comparação entre os períodos, como consequência de descontos mais agressivos.

Os produtos mais vendidos foram eletrodomésticos (23%), seguidos de telefones celulares (21%), eletrônicos (17%), informática (10%). Produtos de casa e decoração ficaram na quinta colocação, com 10% do faturamento.

Outro ponto de destaque da black friday foi o crescimento das compras realizadas por celular. O share de pedidos via smartphones aumentou 81,8% na comparação com o ano passado. O m-commerce representou 26,5% em volume financeiro das compras realizadas, alta de 41,5% ante 2016.

De acordo com a Ebit, em apenas quatro anos, o m-commerce sextuplicou. "Em 2013, as compras por celular representavam apenas 4,4% do total. Com a expansão do mercado de smartphones e do acesso via 3G e 4G no Brasil, esse é um mercado em franca ascensão, com potencial de crescimento bem acima da média do mercado", afirmou Pedro Guasti, CEO da Ebit.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.