Cisco espera vender 25% mais produtos Linksys em 2013 apoiada no crescimento da mobilidade

A divisão Home Networking da Cisco, reponsável pela linha de produtos Linksys, para a área de roteadores domésticos, pretende aumentar em 25% suas vendas de equipamentos no Brasil em 2013. E isto será possível graças à curva ascendente de adoção da mobilidade no mercado brasileiro.

Em 2012, as vendas linha da Cisco já vinham apresentando alta significativa no País, quando cresceram 23%. Segundo o gerente da área no Brasil, Demetrio Gatos, a tendência é que a adoção das novas tecnologias e aumento de dispositivos conectados na casa dos clientes eleve a demanda por equipamentos, sobretudo por aqueles com maior ‘robustez’.

Dentre os fatores que podem impactar positivamente a venda de roteadores está o florescimento do conceito de casa conectada, com um número cada vez maior de dispositivos acessando a banda larga residencial. “Já se vende mais notebook do que desktop e tem também os tablets e smartphones usando a rede Wi-Fi, além das televisões e outros equipamentos”.

Para sustentar o crescimento projetado, a estratégia adotada pela empresa será a ampliação da presença dos seus produtos em lojas do varejo nas regiões Sul e Nordeste, onde há boas perspectivas de negócios. Pensando nisto, a empresa pretende lançar aproximadamente seis novos produtos no mercado brasileiro.

Produção

De acordo com Gatos, a empresa analisa a hipótese de produzir aparelhos no Brasil, embora não tenha ainda um plano concreto para isto. “É uma decisão que envolve muita coisa”.

Mesmo assim, o executivo garante que o mercado brasileiro tem escala para abrigar uma fábrica de roteadores domésticos e lista uma série de motivos que podem pesar em favor de uma iniciativa deste porte: “Tem a questão das desonerações para os aparelhos feitos aqui e também a questão da rapidez na entrega dos produtos”.

Além disto, existe também a possibilidade de atender com produtos feitos no mercado interno aos países vizinhos e àqueles que mantém relações comerciais com o Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.