Takenet testará serviço com conteúdo escolhido pelos usuários

A Takenet pretende testar até o final do ano um serviço de valor adicionado (SVA) multi-operadora inédito no País. O ?Torpedão?, como vem sendo chamado internamente na empresa, consiste em permitir que qualquer pessoa crie um canal de conteúdo para telefones celulares. Através de uma ferramenta na web, o usuário poderá configurar o seu canal, colocando nele qualquer conteúdo disponível no banco de dados da Takenet ou gerando seu próprio conteúdo. É possível incluir desde notícias via SMS, até vídeos, passando por wallpapers, ringtones, podcasts etc. O público poderá acessar o canal digitando seu nome em um SMS enviado para um large account válido em todas as operadoras brasileiras. E uma das características mais inovadoras desse serviço está no modelo de negócios: a Takenet vai dividir a receita com os donos dos canais. Quanto maior o acesso ao canal, maior o percentual que ficará com o usuário que o criou. Estatísticas sobre os acessos poderão ser acompanhadas pelo fundador do canal na ferramenta de configuração, na web. Toda a integração será feita pela própria Takenet.
?É a aplicação do conceito de que tamanho não é documento. Em vez de promover canais de massa, a idéia do Torpedão é criar uma massa de canais de nicho?, explica Marcelo Costa, diretor da Takenet. A expectativa é de que o lançamento comercial aconteça em 2007. A Takenet fará alguma divulgação do serviço na internet e em outros meios, quando o serviço for lançado. Mas a divulgação de cada canal será de responsabilidade de seu dono.
O ?Torpedão? incluirá a possibilidade de os canais serem patrocinados. A própria Takenet atuará como broker nesse sentido, buscando patrocinadores para aqueles canais que fizerem maior sucesso. A receita com patrocínios também será dividida com os criadores dos canais.
Serviços de valor adicionado cujo conteúdo é criado pelos próprios usuários é tema de matéria publicada na edição de novembro da revista TELETIME.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.