Entidades lançam campanha pela democratização da comunicação

Mais de 20 entidades da sociedade civil, entre as quais o Coletivo Intervozes, lançaram a campanha "Para Expressar a Liberdade – Uma nova lei para um novo tempo", sobre a necessidade de se revisar o Código Brasileiro de Telecomunicações, que nesta segunda, 27, completa 50 anos.

Notícias relacionadas
A campanha nasce das propostas aprovadas na Confecom (Conferência Nacional de Comunicações) e que permanecem engavetadas, sendo que, segundo as entidades participantes, nenhum debate público foi estabelecido para se discutir uma lei geral das comunicações no Brasil. "Neste sentido, as entidades aqui reunidas decidiram lançar uma campanha para debater com os mais amplos segmentos da sociedade os motivos pelos quais o Brasil tem urgência em ter uma nova lei para garantir o direito à comunicação", diz o site da campanha.

"São 50 anos de concentração, de negação da pluralidade. Décadas tentando impor um comportamento, um padrão, ditando valores de um grupo que não representa a diversidade do povo brasileiro. Cinco décadas em que a mulher, o trabalhador, o negro, o sertanejo, o índio, o camponês, gays e lésbicas e tantos outros foram e seguem sendo invisibilizados pela mídia", diz a campanha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.