Hughes entra em consórcio da OneWeb com Reino Unido e Barthi

Foto: Pixabay

A Hughes entrou no consórcio entre o grupo indiano Barthi Enterprises e o governo do Reino Unido para adquirir a OneWeb. A operadora satelital divulgou nesta segunda-feira, 27, que concordou em investir US$ 50 milhões adicionais para entrar na parceria, enquanto continua a atuar com parceria tecnológica e de distribuição da operação de baixa órbita (LEO) da OneWeb, que entrou com pedido de recuperação judicial (Chapter 11) em março. 

Para que a entrada da Hughes no consórcio seja aceita, será necessária aprovação da justiça de falências dos Estados Unidos. A operadora era uma das investidoras na OneWeb e tinha assinado contrato de distribuição dos serviços LEO em março deste ano, de olho no mercado de serviços corporativos e estatais, backhaul de celular e hotspots de Wi-Fi comunitário.

Em comunicado, o fundador e presidente do conselho da Bharti, Sunil Bharti Mittal, disse que o investimento da Hughes reflete prospectos comerciais da OneWeb em "discussões contínuas com alguns dos investidores estratégicos e financeiros líderes do mundo". Por sua vez, o presidente da Hughes, Pradman Kaul, declarou que a entrada no consórcio "estende naturalmente" a posição da empresa no mercado de satélite geoestacionário, além de trazer sinergias com parcerias na Índia e no Reino Unido. 

Por meio da companhia irmã Echostar Mobile, a Hughes já tem "trabalhado próxima" ao governo do Reino Unido. Por sua vez, a subsidiária indiana da operadora satelital está trabalhando desde 2019 em uma fusão com a Bharti Airtel, combinando as operações de satélites na Índia, faltando apenas as aprovações regulatórias para a conclusão da transação. 

Chapter 11

Após não conseguir um aporte de US$ 2 bilhões da japonesa SoftBank já no contexto da pandemia do coronavírus, a OneWeb entrou com pedido de recuperação judicial em março. A companhia já havia lançado 68 dos 648 satélites da frota de LEO prevista. No começo de julho, o governo britânico e a Bharti venceram o leilão pelos avitos da OneWeb por US$ 1 bilhão, divididos igualitariamente entre a companhia indiana e a Coroa Britânica. O lance superou o de concorrentes como Telesat e Airbus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.