Publicidade
Início Teletime Anatel: adição de nono dígito na área 11 vai gerar instabilidade no...

Anatel: adição de nono dígito na área 11 vai gerar instabilidade no domingo

Durante a transição para o novo formato de numeração para os celulares na área 11, que passarão a ter nove dígitos, é provável que exista alguma instabilidade. O gerente de interconexão da Anatel, Adeílson Evangelista Nascimento, informou nesta sexta-feira, 27, em São Paulo, que a troca de equipamentos HLR que armazenam os registros de todos os usuários irá provocar interrupções mínimas no serviço durante primeiros momentos, mas os usuários não deverão experimentar nenhum grande aborrecimento.

Notícias relacionadas
"A instabilidade não é provável, é certa", disse Nascimento. No entanto, ele ameniza. "Todas as redes irão fazer a transição, mas o usuário só irá experimentar uma vez [alguma falha]", disse. Ele ressalta que não haverá interrupção em chamadas que estejam acontecendo durante o momento de troca de equipamentos para atualização e que o tempo em que um usuário pode presenciar alguma instabilidade será de 2 a 3 minutos. Mesmo conexão de dados ou comunicação de terminais M2M não sofrerão impacto, podendo ter apenas uma leve interrupção durante o horário de troca (que será determinado para cada operadora).

Maior capacidade

Por conta da Resolução nº553/10, a partir deste domingo, 29, os números de telefones móveis em São Paulo e em mais 64 municípios que compõem a área 11 receberão o dígito 9 à esquerda dos demais números atuais. Atualmente, segundo a Anatel, são 34,247 milhões de usuários ativos nessa região e 42 milhões de acessos, com capacidade esgotando-se em 44 milhões (a Agência estima que isso seria suficiente para apenas mais 6 a 7 meses) – ou seja, 95% dos números possíveis foram atribuídos, com 77% em uso. Com o dígito adicional, mais do que se duplicam as possibilidades de combinações numéricas, chegando a 90 milhões de linhas. Na estimativa do gerente de interconexão, os nove números serão suficientes para a demanda até 2025.

A mudança na área 11 é obrigatória inclusive para quem for ligar de outro Estado para essa região em São Paulo. Os números de serviços de radiochamada, como Nextel, não receberão o nono dígito. Telefones fixos continuarão também com oito dígitos.

O cronograma da Anatel começa de 29 de julho a 7 de agosto, quando tanto chamadas realizadas com os oito dígitos atuais quanto as feitas com o nono dígito serão completadas normalmente, sem nenhuma mensagem ao usuário. Do dia 8 de agosto a 16 de setembro, as chamadas com oito dígitos serão interceptadas por uma máquina, que disponibilizará uma gravação com aviso sobre a mudança. Cada operadora pode optar por completar ou não a chamada nesse momento.

De 17 de setembro a 15 de janeiro, todas as chamadas para celular realizadas com oito dígitos serão interceptadas da mesma forma, mas não poderão mais ser completadas. Do dia 16 de janeiro em diante, chamadas feitas com esse mesmo padrão de oito números receberão apenas o aviso de que o número não existe. Mensagens SMS e MMS não serão enviadas também. Todos os prazos podem ser revistos, segundo a agência, em caso de eventual necessidade.

Ainda de acordo com a Resolução 553, para padronizar a telefonia móvel em todo o País, as demais áreas e estados no Brasil também receberão o nono dígito. Por enquanto, somente a região do código 11 teve um cronograma estabelecido, mas a Anatel pretende começar a discutir sobre o mesmo procedimento no restante do território. Segundo Adeílson Nascimento, as regiões com mais demanda de novas combinações numéricas são Rio de Janeiro (21), Minas Gerais (31), Rio Grande do Sul (51) e Pernambuco (81). "A padronização é importante para a assimilação do usuário e seu entendimento", explica ele. Ou seja: será fácil saber que se está efetuando uma chamada para um número móvel.

Os custos operacionais em São Paulo (mas que já facilitará para o restante do Brasil) são estimados em R$ 300 milhões, dividido entre todas as operadoras para medidas como modificação na estrutura, nos sistemas de suporte e na comunicação.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile