PT propõe emendas a projeto para remanejar recursos do Fust

A bancada do PT na Câmara já apresentou emendas ao projeto de lei 26/02, do Executivo, que modifica os valores destinados ao programas do Fust. Segundo os deputados petistas, as mudanças propostas pelo governo invertem a prioridade de aplicação dos recursos do fundo, além de promoverem um socorro às operadoras, o que os deputados petistas chamam de "Proer das teles". "É um absurdo o governo apropriar-se dos recursos do Fust para socorrer o setor de telecomunicações" reclama o deputado José Pimentel (PT/CE). A principal preocupação do partido é em relação aos três projetos que compõem o programa Telecomunicações, que ficarão com a maior parcela dos recursos: R$ 612,3 milhões. O projeto de lei também diminuiu os valores que seriam repassados ao programa de educação do Fust, que está parado por conta de uma liminar na Justiça. O ministro Juarez Quadros rebate a afirmação de que o remanejamento dos recursos seja o "Proer das teles" alegando que o programa Telecomunicações trará benefícios para as empresas, mas será ainda mais vantajoso para as pessoas que serão atendidas. O programa Telecomunicações vai instalar telefones públicos em localidades com menos de cem habitantes; acessos individuais em comunidades de baixo poder aquisitivo e em áreas rurais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.