Vivo doará R$ 16,3 milhões para iniciativas de combate ao coronavírus

A Vivo doará R$ 16,3 milhões para iniciativas de combate ao novo coronavírus (covid-19) nas áreas de saúde e segurança alimentar. Por meio da Fundação Telefônica Vivo, serão investidos R$ 13 milhões na compra de insumos e equipamentos hospitalares, e R$ 3,3 milhões para auxiliar a alimentação de famílias em vulnerabilidade social e crianças em extrema pobreza. 

Segundo a operadora nesta quarta-feira, 27, essa doação será destinada a beneficiar diretamente nove estados. São eles: Acre, Amapá, Amazonas (Manaus), Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. 

As doações para a área da saúde serão intermediadas pela Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz). O valor destinado à segurança alimentar será administrado pela organização social com foco em investimento privado em apoio a políticas públicas Comunitas; e pela organização Gerando Falcões, que atua dentro de periferias e favelas. As duas vão distribuir as cestas digitais por meio de cartões alimentações para a compra de 60 mil famílias no RS, MG, RJ e na cidade pernambucana de Vitória de Santo Antão, onde a Fundação Telefônica Vivo já tem m programa de formação de professores e alunos de toda a rede escolar pública. 

A Vivo afirma que a doação é parte de um conjunto de medidas no combate à covid-19, que inclui iniciativas como plataforma online para formação continuada de educadores e alunos com cursos gratuitos. A empresa também estimula o voluntariado digital por parte dos próprios funcionários por meio de plataforma de gamificação que converte "pontos" em doações em dinheiro para 29 instituições apoiadas pela Fundação, totalizando um aporte adicional de R$ 400 mil. 

"Neste momento da pandemia, o foco está nas pessoas e sabemos que o nosso papel pode ir além de manter tudo e todos conectados. Queremos que nossas iniciativas no campo da saúde e da segurança alimentar se somem aos programas já existentes para o combate à Covid-19, pois todos os colaboradores da Vivo estão solidários com o Brasil nesse momento", afirmou o presidente da operadora, Christian Gebara, em comunicado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.