Contrato pede tomada de preços para compra das concessionárias

A alteração sugerida pela Câmara de Comércio Exterior (Camex) no contrato de concessão a ser assinado pelas teles colocou uma ressalva muito importante que vinha passando despercebida. A partir de agora, a concessionária, ao fazer qualquer tipo de contratação, deverá ao menos considerar a oferta de empresas independentes antes de escolher seu fornecedor. A medida é importante para evitar que empresas muito próximas (France Télécom e Alcatel ou Telia e Ericsson, por exemplo) acabem excluindo outras empresas de seus negócios. Mesmo com as alterações, fica mantida a preferência por equipamentos nacionais caso haja similaridade. Quem desrespeitar, paga multa de R$ 30 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.