Após Moro deixar governo, chefe da Senacon entrega o cargo

Foto/STJ: Gustavo Lima

Após o ex-juiz Sergio Moro pedir demissão do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública na última sexta-feira, 24, o secretário da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) vinculada à pasta, Luciano Timm, também entregou o seu cargo.

O anúncio foi realizado por Timm ainda na sexta-feira, em mensagem publicada no Twitter. "Volto a fazer o que sempre soube, não sem antes garantir uma transição segura a(o) meu (minha) sucessor(a)", afirmou o ex-secretário, na ocasião.

Notícias relacionadas

Antes de assumir a chefia da Senacon, Timm, que é advogado, já atuava como professor universitário na Fundação Getúlio Vargas (FGV) e na CEU Law School, ambas em São Paulo. O profissional também acumula experiência no ramo da arbitragem, sendo sócio do CMT – Carvalho, Machado e Timm Advogados.

O sucessor de Timm no comando da secretaria ainda não foi anunciado. Além da supervisão de temas relacionados ao consumidor, inclusive na área de telecomunicações, também cabe à Senacon a presidência do Conselho Nacional de Combate à Pirataria e aos Delitos contra a Propriedade Intelectual, criado no ano passado.

A saída do chefe da Senacon foi a primeira baixa no Ministério da Justiça e Segurança Pública após o pedido de demissão de Moro; desde então, outros membros da cúpula da pasta também deixaram os cargos. À frente da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira deve ser o sucessor do ex-juiz no comando do ministério.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.