Brasileira DNK Infotelecom investe R$ 700 mil em solução de URA

Uma pequena empresa brasileira se movimenta para entrar no mercado de call-center. A paulista DNK Infotelecom investiu R$ 700 mil e mais um ano de trabalho de uma equipe de 10 engenheiros e analistas (ex-funcionários da Genesys, vendida para a francesa Alcatel em 2007) para lançar um equipamento de Unidade de Resposta Audível (URA ou IVR – Interactive Voice Response) e tentar tirar um pedaço do mercado de gigantes multinacionais como Avaya, Alcatel/Genesys e InterVoice. Segundo Ântimo Gentile Filho, diretor comercial da DNK, as vantagens de oferecer um equipamento nacional não se esgotam apenas no custo da solução, segundo ele até 40% abaixo da concorrência. "As inovações técnicas de nossa URA estão na maior capacidade e rapidez no gerenciamento de atividades, customizações e desenvolvimento dos fluxos, geração de relatórios e, especialmente, na arquitetura aberta do equipamento, já totalmente desenvolvido em Java", explica. Ele destaca, ainda, o suporte e manutenção facilitados, "tanto pela arquitetura aberta quanto pela sua procedência brasileira". O equipamento pode gerenciar de 30 a 15 mil portas (com 120 canais por servidor) e as primeiras unidades foram vendidas para o Grupo Sapore Benefícios. Fundada em 2007, a DNK sempre prestou serviços de manutenção e suporte a outras empresas de call center, além de usuários finais, como EDS, Contax e Fidelity (empresa dos grupos Bradesco, ABN e Visa). Agora, como fabricante, espera comercializar cerca de 500 portas (ou linhas) até o final do ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.