Huawei avança na infraestrutura de rede para 5G

A Huawei introduziu durante a Mobile World Congress 2019 nesta semana, em Barcelona, iniciativas relacionadas à infraestrutura em preparação para a chegada da 5G. Uma delas é uma linha de produtos de energia para rede de telecomunicações, a Telecom Energy Field, com soluções com melhor eficiência e capacidade energética para as novas antenas, que devem ter maior consumo. Isso inclui o Distribution Power Systems (DPS) e energia híbrida. Segundo informou o vice-presidente da divisão da fabricante chinesa, Dr. Fang Lianghzou, a proposta é dar suporte à alta densidade energética – necessárias em estações radiobase de nova geração – para maior eficiência e throughput. "Quando a 5G chegar, o consumo de energia vai dobrar. Então, vamos aumentar a voltagem da estação e reduzir a perda de carga", disse ele em roundtable para jornalistas no evento nesta quarta-feira, 26.

Segundo o executivo, a Huawei já presenciou um aumento das receitas de sua linha de produtos energéticos. O crescimento médio composto anual (CAGR) entre 2013 e 2018 foi de 27%, incluindo vendas diretas e por meio de canais. Assim, a fornecedora chinesa conta já com um market share de 29,3% nesse mercado. Lianghzou diz inclusive que não há comercialização dos produtos para os Estados Unidos, e, por isso, não há impacto nas receitas frente aos questionamentos do governo norte-americano. "Além disso, estamos atendendo a regulações e leis internacionais e locais", diz.

Capacidade

Também nesta quarta-feira, a fornecedora chinesa anunciou parceria com a operadora Safaricom, do Quênia, para o que a companhia diz ser a primeira implantação de solução fim a fim em 400G do mundo em backbone. O acordo prevê a atualização da infraestrutura da tele africana, atualmente com 100G de capacidade, aumentando a capacidade de tráfego entre as cidades de Mombasa, Nairóbi e Kisumu. A rede será construída com a plataforma de roteador e rede de transporte ótico (OTN) da Huawei. "A demanda vai continuar a crescer. Tenho certeza de que vamos ter uma implantação muito grande [da solução], especialmente com a China Telecom, que deverá colocar a tecnologia na rede deles", declarou a jornalistas o presidente da linha de produtos de roteador e carrier ethernet da Huawei, Jeffrey Gao.

* O jornalista viajou a Barcelona a convite da Huawei.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.