Com computação na borda, SAP apresenta plataforma IoT para ambientes industriais

Durante o MWC 2019, a fornecedora alemã de software SAP apresentou a plataforma batizada de Leonardo Internet das Coisas (IoT) Edge, destinada para gestão de dispositivos em ambientes industriais. Trazendo interoperabilidade de nuvem com o Microsoft Azure IoT Hub, a nova solução deve utilizar computação de borda (edge computing) para garantir baixa latência e largura de banda.

Segundo a SAP, o Leonardo IoT Edge dará aos clientes a opção de estender o suporte para seus processos de negócio localmente sobre o tempo de execução da plataforma da Microsoft. Assim, "espera-se que módulos essenciais de função de negócios também possam ser executados em contêineres no Microsoft Azure IoT Edge, reduzindo a dependência dos clientes em termos de latência, largura de banda e conectividade". Um dos temas mais fortes do MWC 2019, a computação de borda traz o poder computacional para mais perto da "ponta" onde a informação é gerada ou consumida, garantindo segurança para muitas aplicações sensíveis à latência que devem ser conectadas na esteira do 5G.

O Azure IoT Hub também colaborará como camada de conectividade e gestão de dispositivos para dados de telemetria IoT de clientes industriais SAP. Um dos principais players globais da cadeia de software corporativo, a multinacional alemã já conta com "um sólido ecossistema de parceiros para IoT". Lançado em 2017, o SAP Leonardo é fruto da unificação do portfólio da solução de Internet das Coisas da empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.