Softbank está aberto a parceiros e investimentos de 30 anos para seu fundo de US$ 100 bi

O presidente do grupo Softbank, Masayoshi Son, disse nesta segunda-feira, 27, ao participar da sessão de abertura do Mobile Word Congress 2017, em Barcelona, que o fundo SoftBank Vision de US$ 100 bilhões, que criou em outubro para o desenvolvimento de tecnologias como inteligência artificial, robótica, IoT, fintech, carro autônomo, nanotecnologia etc, está aberto a novas parcerias e a novos investidores que queiram compartilha sua visão para os próximos 30 anos. A Soft Bank é uma das maiores operadoras de telefonia móvel do Japão e recentemente adquiriu a empresa de arquitetura de processadores ARM.

O fundo de investimento de longo prazo pretende investir em tecnologias que levarão a sociedade a um novo patamar, segundo o CEO. Como um projeto de um chip Nanocel para IoT de olho num mercado de mais de 30 bilhões de conexões em 2025. Segundo o executivo, no futuro, 90% de todos os dispositivos, máquinas, equipamentos eletroeletrônicos, eletrodomésticos, carros etc estarão conectados através de IoT.

O investidor que desenvolveu o robô "humanoide" Pepper, acredita que que no futuro haverá robôs de todos tamanhos, formatos etc para seu utilizados em todos os setores da sociedade e da economia.

Para o mercado de carros autônomos, a Soft Bank projeta o que chamou de tele-história, uma plataforma multimídia que equipará os carros, permitido aos seus ocupantes assistam vídeo ao invés de "apenas ouvirem música".

A Softbank também ressaltou que em sua estratégia, além da massificação dos chips ARM para IoT, está o uso de conectividade 5G e também da rede satélites de órbita baixa OneWeb, que pretende ter mais de 2 mil satélites operando para prover backhaul para as redes 5G e IoT da companhia. A OneWeb recebeu importantes investimentos da SoftBank.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.