MCom discute parceria com BB para expansão de programa de WiFi em praças

O Ministério das Comunicações fará parceria com o Banco do Brasil para expandir o programa Wi-Fi Brasil, que oferece pontos de acesso sem fio em praças públicas utilizando capacidade do Satélite Geoestacionário de Comunicações e Defesa (SGDC) da Telebras (com parceria da Viasat) no programa Gesac. O plano foi decidido em reunião nesta quarta-feira, 27, entre o ministro Fábio Faria e o presidente do BB, André Brandão. 

Segundo o MCom, o projeto prevê também "capacitação de clientes para o mundo digital, consultorias em educação financeira e utilização dos serviços bancários para produtores rurais, por exemplo". Ou seja, a ideia é explorar o potencial de bancarização e transformação digital de produtores em zonas rurais pouco ou nada servidas com conectividade. 

Por enquanto, o projeto é apenas "uma ideia extremamente válida" e ainda no início do desenvolvimento, segundo Faria. Ainda deverão ser definidos as localidades que poderão receber o sinal. Não foi informado o papel exato do BB, tampouco o orçamento destinado exclusivamente para o programa. 

Notícias relacionadas

No âmbito do Gesac, o governo afirma ter 12,8 mil pontos conectados pelo País, repartidos em 9,6 mil escolas, 1,2 mil unidades de saúde e 400 comunidades indígenas. Esse total representa cerca de 400 a mais do que o número divulgado no início do programa (então batizado de Wi-Fi na Praça) em agosto e que contempla ainda telecentros, postos de fronteira e unidades de segurança pública. No total, o contrato prevê 15 mil pontos contratados por diferentes órgãos do governo, como as pastas da Educação ou Saúde.

Deixe seu comentário