Publicidade
Início Newsletter Anatel não atende pedido da Viasat para operar satélite estrangeiro na posição...

Anatel não atende pedido da Viasat para operar satélite estrangeiro na posição 70ºW

Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações (SGDC) da Telebras

A Anatel negou o pedido da Viasat de direito de exploração de satélite estrangeiro da posição orbital 70ºO para o satélite Viasat 3 em banda Ka, ainda a ser lançado. O pedido da operadora norte-americana, que no Brasil atende o mercado de banda larga residencial por meio do SGDC em parceria com a Telebras, visava ampliar a sua capacidade para a América Latina em 2022. O pedido baseava-se  na prioridade para uso da posição junto à UIT decorrente de coordenação anterior. Mas isso foi contestado pela StarOne, do grupo Claro, já ocupa a posição com banda C e Ku por meio do Starone C2 e deve lançar no ano que vem o StarOne D2, inclusive com banda Ka, com autorização para exploração de satélite brasileiro. A agência entendeu que a prioridade conferida pela precedência no pedido à UIT não se sobrepõe à necessidade da Viasat de coordenar a posição e o uso do espectro junto à autoridade brasileira, o que não aconteceu. A Viasat também não conseguiu chegar a um entendimento com a Claro sobre a coordenação. Por isso, a Anatel deliberou contra o pedido da Viasat (e, portanto, em favor da  StarOne) por unanimidade sobre o uso da posição 70ºW para satélite estrangeiro no Brasil em banda Ka.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile