Unifique adquiriu mais de 100 mil acessos de banda larga em 2021

Em forte trilha de consolidação de provedores regionais na região Sul, a Unifique adquiriu cerca de 105 mil clientes de banda larga em 2021 até o momento, superando o alvo de expansão inorgânica fixado pela própria empresa.

Diretor de mercado da operadora catarinense, Jair Francisco destacou os números em entrevista ao TELETIME. "Nossa meta quando fizemos o IPO era crescer 100 mil clientes orgânicos e 100 mil inorgânicos. Estamos cumprindo exatamente o que foi planejado", afirmou o executivo. No caso da expansão orgânica, a evolução da base até o alvo segue em curso.

Em 2022, a estratégia de crescimento deve ser replicada, mas com números mais ambiciosos: a operadora espera somar outros 200 mil clientes via aquisições no ano que vem, além de mais 200 mil através das operações consolidadas.

Notícias relacionadas

A Unifique encerrou julho (último mês com estatísticas disponíveis da Anatel) com 381 mil clientes na banda larga, ou salto anual de quase 60% na base. Considerando compras mais recentes, o total atual pode ter ultrapassado os 460 mil, segundo cálculo de agentes do mercado. Números referentes ao terceiro trimestre serão divulgados em novembro, junto ao balanço da empresa no período.

Perfil

Segundo Jair Francisco, a capacidade de continuar crescendo organicamente é um dos fatores avaliados pela Unifique no momento da compra de operações – ao lado de um tíquete médio similar ao da empresa e da proximidade geográfica com as cidades em que a operadora atua (mais de 150 atualmente).

O processo de integração das adquiridas pode demorar de 30 a 60 dias em casos mais simples, ao passo que em outros momentos (como no ingresso no Rio Grande do Sul), a etapa pode ser mais complexa. Jair Francisco estima que a atualização tecnológica exigida nas novas empresas represente de 7% a 10% do valor das aquisições.

Ao concluir seu IPO em julho e levantar cerca de R$ 785 milhões líquidos, a operadora estimava que 40% dos recursos seriam destinados para consolidação.

5G

Às vésperas do leilão de 5G, Jair Francisco evitou dar maiores detalhes sobre o plano da Unifique no certame. "Temos uma estratégia que não é engessada. Ela pode ser desde participar sozinha, em conjunto ou no fornecimento de rede para o 5G", reiterou o diretor de mercado da operadora.

Na fase de perguntas e respostas do edital de 5G, a catarinense foi uma das provedoras regionais a se manifestar – no caso, pedindo maiores detalhes sobre compromissos do bloco regional de 3,5 GHz.

De forma geral, a avaliação é que os compromissos atrelados ao leilão devem representar um grande desafio para a cadeia. Até por isso, Jair Francisco avalia que mesmo empresas que não se sagrarem vencedoras no certame poderão se beneficiar. "O 5G vai trazer oportunidades para vários agentes e não vai ser feito a duas mãos", apontou o executivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.