EllaLink deve iniciar operação comercial em abril ou maio de 2021

A operadora de cabos submarinos EllaLink atualizou para o segundo trimestre de 2021 a previsão de início da operação comercial do sistema internacional Brasil-Europa. O cronograma anterior da empresa foi afetado pela pandemia de covid-19.

Durante o primeiro dia da Futurecom, realizado nesta segunda-feira, 26, o CEO da EllaLink, Philippe Dumont, compartilhou a atualização sobre a implementação da rota – que ligará o Brasil e Europa a partir de Portugal. O projeto estaria 75% concluído, sendo que o cabo propriamente dito (de mais de 6 mil km) teve a fabricação concluída pela Alcatel Submarine Networks há uma semana.

Em março, a EllaLink havia reportado expectativa de iniciar operação comercial do cabo em dezembro de 2020, mas com a pandemia, o prazo agora passou para abril ou maio de 2021. Ainda assim, Dumont avalia que o impacto do covid-19 sobre os planos não foi tão grande. Com o novo prazo, a implementação completa do projeto terá levado dois anos.

Rotas

Com ramificações em países africanos como Marrocos, Cabo Verde e Mauritânia, o EllaLink deve chegar em Fortaleza utilizando as instalações de landing station da Telxius (subsidiária da Telefónica). Dumont revelou que o sistema também se conectará com a infraestrutura da Globenet e da Lumen (ex-CenturyLink) na capital cearense.

Já São Paulo e Rio de Janeiro terão pontos de presença (ou POPs) da operadora a partir de data centers da Equinix. A empresa ainda terá outros POPs na cidade portuguesa de Sines (landing station do cabo na Europa), assim como em Lisboa, Madrid, Marselha e Barcelona. Os caminhos devem permitir rotas mais rápidas para tráfego com a Ásia e a África.

Segundo Dumont, a arquitetura deve permitir uma latência de apenas 119 milissegundos (ms) entre São Paulo e Marselha a partir do sistema de cabos. Vale lembrar que a Telebras seria uma das sócias do EllaLink, mas deixou o projeto por falta de recursos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.