Comissão do Senado aprova indicação de Alex Braga Muniz para a Ancine

Por 14 votos a 1, a Comissão de Educação do Senado aprovou, nesta terça-feira, 26, a indicação de Alex Braga Muniz para a Ancine, para ocupar a vaga aberta com a renúncia do atual ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. Na sabatina, Muniz defendeu o aperfeiçoamento da regulação, mais transparência e participação democrática na agência.

Atual procurador da agência, Muniz defendeu a prorrogação do Regime Especial de Tributação de Salas de Cinema (Recine) para além de 2017, como prevista na medida provisória 769/2017, em tramitação. "Só o prazo de seis meses do benefício não garante a autossustentabilidade das novas salas de cinema, especialmente no esforço de regionalização desses equipamentos", avalia.

Muniz também defendeu a busca de mecanismos de acessibilidade nas salas de cinema e nas produções que não recebem recursos públicos e o modelo de agências reguladoras, como espaço de diálogo para que se chegue a soluções para os desafios apresentados pelo mercado. É favorável também ao aperfeiçoamento do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), por meio da desburocratização das ações e da regionalização dos investimentos.

O procurador da Ancine não quis comentar a queda do orçamento da cultura, que foi de R$ 770 milhões em 2015, R$ 721 milhões, mas só R$ 347 milhões foram liberados neste ano e cai para R$ 512 milhões previstos em 2018, antes de qualquer contingenciamento. Mas destacou que os investimentos no mercado cultural resultam em retorno para a economia em geral e na geração de empregos. "Segundo números do IBGE, a indústria da cultura gerou R$ 24 bilhões em 2014 e cresce, anualmente, 9% em média", afirmou.

Muniz é favorável ao aperfeiçoamento dos mecanismos de investimentos e incentivos existentes para garantir o fluxo de produção e de colocação do conteúdo brasileiro no mercado. "É preciso trabalhar para o crescimento ainda maior do mercado interno, o fortalecimento dos agentes e o aumento da participação externa", defendeu. Segundo afirmou, o mercado nacional é vocacionado a produzir conteúdo, que tem grande valor agregado.

A aprovação final de Alex Braga Muniz para a Ancine depende ainda da votação no plenário do Senado, que pode acontecer ainda nesta terça, 25.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.