Reclamações sobre serviços de telecomunicações voltam a cair em julho

No mês de julho deste ano, o número de reclamações de serviços de telecomunicações caiu 36,15% no comparativo anual, de acordo com dados da Anatel compilados e divulgado pela Conexis nesta quinta-feira, 26. No total foram 177.652 solicitações apuradas pela agência, que representa no comparativo com junho de 2021 uma redução de 5,38%.

O índice mostra não apenas o menor número de reclamações desde 2015, início das medições, mas também a comparação com julho de 2020, mês da maior incidência de reclamações (278.239) desde dezembro de 2018. A Conexis ressalta que, no comparativo com a média dos meses de julho dos últimos quatro anos, a redução foi de 35%. 

Consolidado do índice de reclamações da Anatel
Notícias relacionadas

A entidade destaca também que o setor tem apresentado taxas menores sucessivamente desde março, que foi o único mês de 2021 a apresentar uma elevação. "Em junho a redução foi de 30,9%, em maio, de 28,4%, e em abril o número de reclamações havia caído 24,4% em relação ao mesmo mês do ano passado", destacou a Conexis em comunicado. 

A associação que reúne as principais operadoras ressalta que houve queda anual em todos os serviços. "A maior ocorreu na TV por assinatura, cujo índice caiu 51,2%, de 25.411 para 12.397. No serviço de internet banda larga fixa as reclamações caíram 40,6%, de 72.290 para 42.929, e na telefonia móvel as reclamações caíram 31,4% em julho em relação a julho do ano passado, passando de 131.127 para 89.914."

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.