Telespazio, Hispasat e Inmarsat estudarão serviços de satélite na Lua para União Europeia

Um consórcio de empresas do ecossistema de satélites foi escolhido pela Agência Espacial Europeia (ESA) para estudar a criação de uma infraestrutura espacial para serviços de comunicação e navegação ao redor da Lua (LCNS, na sigla em inglês).

A iniciativa será liderada pela Telespazio no papel de integradora e contará com a presença das operadoras de satélites Hispasat e Inmarsat. Demais empresas como OHB, MDA, Nanoracks, Altec e Argotec também vão compor o projeto, além de universidades e centros de pesquisa.

O estudo faz parte da iniciativa Moonlight da ESA, que espera contar com satélites ao redor da Lua operacionais até ao final da década. O objetivo é facilitar o futuro das missões de exploração lunar. Cerca de 80 projetos do gênero (públicos ou privados) estão previstos para os próximos dez anos, segundo as participantes do consórcio.

Notícias relacionadas

Interoperável

Para tal, também será analisado se é possível que o sistema LCNS da União Europeia seja interoperável com a LunaNet – ou a infraestrutura de comunicações que a NASA está desenvolvendo para apoiar missões do seu programa Artemis.

Ao fim da fase de estudos, a ESA ainda deve escolher um operador responsável pelo LCNS e prestadores de serviços no programa da União Europeia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.