Pharol deixará de ter ações negociadas na Bolsa de NY

A portuguesa Pharol SGPS, antiga Portugal Telecom e ainda maior acionista da Oi, com 27,5% do capital da brasileira, anunciou nesta terça-feira, 26, que o conselho de administração aprovou o encerramento do registro de suas ações ordinárias e das American Depositary Shares (ADSs) na comissão de valores norte-americana, a Securities Exchange Comission (SEC). Assim, a companhia agora não mais se submete às obrigações da agência reguladora de mercado dos Estados Unidos, deixando de ter ações negociadas na Bolsa de Nova York.

As ações continuarão sendo listadas na Euronext de Lisboa, e os documentos serão enviados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) portuguesa. As American Depositary Receipts (ADRs) da empresa continuarão a ser negociadas "over-the-counter", ou seja, direto com um dealer, nos Estados Unidos.

A companhia pretende enviar o formulário 15F para a SEC "assim que for praticável" para encerrar de maneira voluntária o registro de suas ações ordinárias e ADS. Assim, espera que suas obrigações para com a Comissão sejam encerradas em 90 dias após o envio do 15F. Contudo, as obrigações de enviar balanços anuais e trimestrais serão imediatamente suspensas assim que o formulário for enviado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.