Equador oficializa opção pelo padrão nipo-brasileiro

O Equador oficializou a adesão ao padrão ISDB-T de TV digital. Vale lembrar, em maio de 2009 o presidente Rafael Correa se manifestou publicamente em favor da adoção do padrão nipo-brasileira, que era tida como certa desde dezembro daquele ano, dependendo ainda de algumas negociações. O Equador é o sexto país da América Latina a adotar o padrão, juntando-se ao Brasil, a Argentina, o Chile, o Peru e a Venezuela. O ministro de Telecomunicações do Equador, Jorge Glass, e o secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações do Brasil, Roberto Pinto Martins, assinaram em Quito um memorando de cooperação entre os dois países para a implantação da TV Digital aberta no país vizinho. Segundo comunicado do Minicom, o governo japonês também firmou um protocolo para ajudar na implantação do sistema.
O governo brasileiro mantém negociações com outros países latino-americanos, como Cuba, Costa Rica e Uruguai, e pretende divulgar o ISDB-T também na África. Já o Uruguai havia oficializado em 2007 sua decisão pelo padrão DVB-T, mas pode rever sua posição, conforme notícia no dia 20 de março do jornal local El País afirmando que a decisão ainda pode ser revertida. Para incentivar a revisão da decisão pelo padrão europeu, o governo brasileiro acenou com financiamentos. Além disso, a fabricante mineira de transmissores Linear também anunciou planos de ter uma fábrica no país vizinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.