Equador oficializa opção pelo padrão nipo-brasileiro

O Equador oficializou a adesão ao padrão ISDB-T de TV digital. Vale lembrar, em maio de 2009 o presidente Rafael Correa se manifestou publicamente em favor da adoção do padrão nipo-brasileira, que era tida como certa desde dezembro daquele ano, dependendo ainda de algumas negociações. O Equador é o sexto país da América Latina a adotar o padrão, juntando-se ao Brasil, a Argentina, o Chile, o Peru e a Venezuela. O ministro de Telecomunicações do Equador, Jorge Glass, e o secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações do Brasil, Roberto Pinto Martins, assinaram em Quito um memorando de cooperação entre os dois países para a implantação da TV Digital aberta no país vizinho. Segundo comunicado do Minicom, o governo japonês também firmou um protocolo para ajudar na implantação do sistema.
O governo brasileiro mantém negociações com outros países latino-americanos, como Cuba, Costa Rica e Uruguai, e pretende divulgar o ISDB-T também na África. Já o Uruguai havia oficializado em 2007 sua decisão pelo padrão DVB-T, mas pode rever sua posição, conforme notícia no dia 20 de março do jornal local El País afirmando que a decisão ainda pode ser revertida. Para incentivar a revisão da decisão pelo padrão europeu, o governo brasileiro acenou com financiamentos. Além disso, a fabricante mineira de transmissores Linear também anunciou planos de ter uma fábrica no país vizinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.